terça-feira, 27 de dezembro de 2016

UM SONHO: Te quero (Mario Benedetti)

Um sonho...
Coisa rara ao despertar ter lembranças das andanças da minha´lma
Por ter adormecido em companhia de Erich Fromm (talvez)
Estive a passear de mãos dadas com um certo rapaz (de cabelos e barbas grisalhos)
Um belo rapaz merecedor de uma poesia!
Por tratar-se de individuo letrado
Não pode ser qualquer verso de rimas quebradas
O que me obriga parafrasear Mario Benedetti!
Ainda que não saibas Camarada
Te quero...
Tua boca que é tua (em sonho foi minha)
"Tua boca não se equivoca
Te quero porque tua boca
Sabe gritar rebeldia"!

https://youtu.be/i0X4Yu8GZr8

Tuas mãos são minha carícia
Meus acordes cotidianos
Te quero porque tuas mãos
Trabalham pela justiça
Se te quero é porque tu és
Meu amor, meu cúmplice e tudo
E na rua lado a lado
Somos muito mais que dois
Teus olhos são meu conjuro
Contra a má jornada
Te quero por teu olhar
Que olha e semeia futuro
Tua boca que é tua e minha
Tua boca não se equivoca
Te quero porque tua boca
Sabe gritar rebeldia
Se te quero é porque tu és
Meu amor, meu cúmplice e tudo
E na rua lado a lado
Somos muito mais que dois
E por teu rosto sincero
E teu passo vagabundo
E teu pranto pelo mundo
Porque és povo te quero
E porque o amor não é auréola
Nem cândida moral
E porque somos casal
Que sabe que não está só
Te quero em meu paraíso
E dizer que em meu país
As pessoas vivem felizes
Embora não tenham permissão
Se te quero é porque tu és
Meu amor, meu cúmplice e tudo
E na rua lado a lado
Somos muito mais que dois.
MARIO BENEDETTI

segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Carpe Diem – o Poema completo de Horacio

Porque hoje mais uma vez despertei
O céu está aberto, Azul Anil
Clima nem quente, nem frio
Em casa todos dormem ainda
Eu, como na maioria dos dias
Passo preguiçosamente o café
Aqueço um pão que sobrou de ontem
E cá fico a contemplar e bendizer a vida!

Colha o dia, confia o mínimo no amanhã.
Não perguntes, saber é proibido, o fim que os deuses darão a mim ou a você,
Leuconoe, com os adivinhos da Babilônia não brinque.
É melhor apenas lidar com o que cruza o seu caminho.
Se muitos invernos Júpiter te dará ou se este é o último, que agora bate nas rochas da praia com as ondas do mar.
Tirreno: seja sábio, beba seu vinho e para o curto prazo reescale suas esperanças.
Mesmo enquanto falamos, o tempo ciumento está fugindo de nós.
Colha o dia, confia o mínimo no amanhã.
Podemos sempre ser melhores. Basta pensarmos melhor.

Eu: Cor de Rosa Choque"

Hoje acordei meio que assim... Rosa Choque!!!



Bom dia!!! Hoje acordei "tipo Cor de Rosa Choque"!
"Nas duas faces de Eva
A bela e a fera
Um certo sorriso
De quem nada quer...
Sexo frágil
Não foge à luta
E nem só de cama
Vive a mulher...
Por isso não provoque
É Cor de Rosa Choque
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque
Por isso não provoque
É Cor de Rosa Choque...
Mulher é bicho esquisito
Todo o mês sangra
Um sexto sentido
Maior que a razão
Gata borralheira
Você é princesa
Dondoca é uma espécie
Em extinção...
Por isso não provoque
É Cor de Rosa Choque
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque
Por isso não provoque
É Cor de Rosa Choque
Oh! Oh! Oh! Oh! Oh!
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque
Não provoque!
É Cor de Rosa Choque
Por isso não provoque
É Cor de Rosa Choque..."

terça-feira, 13 de dezembro de 2016

Poesia: Boa!

Poesia!

Poesia boa nem sempre tem que ser rimada
Precisa olhar o mundo nos olhos
Extrair a essência da alma da gente
Da gente que escreve
Da gente descrita
Da gente que lê
Poesia tem que ser amor
Incondicional amor!

Ágape por todas as gentes
Pelas nações sem fronteiras que Lennon Imaginou
(Nos também podemos imaginar)
África, Ásia, Europa, Antártida, Oceania e a América
Gentes de um único mundo vivendo em paz!

Philia por aqueles que nos deram a vida
Gratidão pelo Sêmen do Pai (João)
Saudades do Útero da Mãe (Aurora)
Os sete irmãos que me deram!
Aparecida, Jacira, João, Roseli, Luiz, Tereza e Oscar!
Por aqueles que Eu dou a vida!
Meus filhos Guilherme e Natália Sofia!

Eros por aquele primeiro menino
Pelo moço que veio mais tarde
Pelo Homem de pele morena
Pelo Senhor já de cabelos grisalhos
Por você que hoje furta meu sono
Fazendo-me sonhar acordada!

Esta é uma boa Poesia! (A mim reflete)




domingo, 4 de dezembro de 2016

Tempos de Reler Bertolt Brecht


Em tempos como estes que vivemos
Quando a verdade é relativizada
A Democracia esmagada
O oprimido se alia ao opressor
Só nos resta parafrasear o Imortal Brecht 
"Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso."
RESISTIR, LUTAR, REVOLUCIONAR!


"Nada é impossível de mudar
Desconfiai do mais trivial, na aparência singelo
E examinai, sobretudo, o que parece habitual
Suplicamos expressamente:
Não aceiteis o que é de hábito como coisa natural
Pois em tempo de desordem sangrenta
De confusão organizada
De arbitrariedade consciente
De humanidade desumanizada
Nada deve parecer natural
Nada deve parecer impossível mudar...
https://www.letras.mus.br/ozome/nada-e-impossivel-de-mudar/

Até Breve Ferreira Gullar!

Uma parte segue para poetizar em outro plano... Outra parte se eterniza entre nós!


"... A poesia é, na verdade, uma
fala ao revés da fala,
como um silêncio que o poeta exuma
do pó, a voz que jaz embaixo
do falar e no falar se cala."


Ferreira Gullar, pseudônimo de José Ribamar Ferreira foi um escritor, poeta, crítico de arte, biógrafo, tradutor, memorialista e ensaísta brasileiro e um dos fundadores do neoconcretismo. Wikipédia
Nascimento10 de setembro de 1930, São Luís, Maranhão
Falecimento4 de dezembro de 2016
NacionalidadeBrasileiro

sábado, 3 de dezembro de 2016

Vontade de poetizar: Anjo!

De repente, não mais que de repente me vem aquela vontade...
VONTADE DE POETIZAR
Ela chega bem no meio da tarde com uma chuvinha fina
O respingar na janela parecia repetir o seu nome
Não o de batismo
Já que meu afeto é secreto, quase platônico
Te chamo apenas de Anjo
Assoviou seguindo o ritmo da chuva
Te chamo pra perto
Busco o seu olhar
“Pra que tanta pressa de chegar?”
Esquece o tempo
Fique em Silêncio
Deixa a Roupa Nova Cantar!
Aquela canção...
“Oh! Oh! Oh! Yeah!
Anjo! Anjo! Anjo!
Oh! Oh! Anjo!!!!”

quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Amor: Poesia de Rimas incompletas

Eu só queria falar de poesia
De versos que falem de amor
Como nas canções que Tim Maia Cantou
Tanta coisa pra falar...
Mas você bem que me avisou...
Não era pra levar a Serio...
O Azul da cor do mar...
Mas eu gostava tanto de você...
Seu canto de sereia me fez mergulhar...
Afundei, naufraguei neste mar...
Mar de emoções
Mar de Ilusões
Encantada me deixei aprisionar
Cativa perdi a doçura e a graça do olhar
Te dei motivos pra ir embora.
E você foi...

Ficou o amor...
O amor que é mesmo Fogo
Quando bem amado, desatina o coração
Quando Rejeitado queima e não consome
É chama infinita que não se apaga
Resiste ao vento da tempestade
Como vagalume parece desfalecer quando clareia o dia
Mas quando vem a noite fria se faz estrela

Assim é o meu amor (Que você rejeitou)
Amor que é chama que continua queimando
Aumenta cada vez que sopro tentando apagar
Dilacera minha carne quando tento abafar
... ... ...
Me fogem as palavras
Não sei mais rimar
Desamor deveria ser sempre hiato
Mas insiste em vir sempre mal acompanhado
Saudades e ciúmes dele nunca se separam
Com as saudades tenho convivido (até que bem)
Mas os ciúmes esta difícil suportar.

Essa Tal Felicidade! Eterno Tim Maia

Aquele momento em que o sorriso fica preso nas entranhas da'lma da gente!
A poesia silencia...
Não sei se ainda é saudades...
Talvez seja efêmera Nostalgia...
Exaustão pelo árduo porfiar...
Rumo ao Arco Íris...
Esperança de encontrar
Essa Tal Felicidade!



"Já rodei todo esse mundo procurando encontrar
Um amor, um bem profundo que eu pudesse realizar
Os meus sonhos de criança, como todo mundo faz
De formar uma família como era a dos meus pais
Mas o tempo foi passando e a coisa mudou
Solidão foi se chegando e se acostumou
Essa tal felicidade, hei de encontrar
Mesmo se eu tiver que aguardar, se eu tiver que esperar
De uma coisa eu não desisto, sou fiel, não abro mão
De ter filhos, ter amigos, companheira e irmãos
Se essa vida é bonita, ela é feita pra sonhar
Mais aumento o meu desejo de afinal te encontrar
Mas o que eu não me acostumo é com a solidão
Um pedaço do seu beijo ou seu coração
Isso já me fortalece, me faz delirar
Mesmo se eu tiver que escolher, se eu tiver que esperar"